26 de set de 2008

Antônio Francisco Lisboa,mais conhecido como Alejadinho, Em 1738, talvez, embora a "data oficial" seja 29 de agosto de 1730, (http://www.culturabrasil.pro.br/aleijadinho.htm), famoso artista Barroco, nascido na Antiga Vila Rica, atual Ouro preto M.G, filho de arquiteto Manuel Francisco Lisboa, e de uma escrava na qual apenas se sabe seu primeiro nome que é Isabel.


Alejadinho foi arquiteto e escultor do Período Colonial, sendo considerado o artista mais importante do estilo Barroco no Brasil. Apesar de, formalmente, só ter recebido a educação primária, cresceu entre obras de arte, já que, além de seu pai, um dos primeiros arquitetos de Minas Gerais, conviveu muito com o tio Antônio Francisco Pombal, conhecido entalhador das principais cidades históricas mineiras. Alejadinho deixou mostras de seu talento em Ouro Preto, Sabará, Caeté, Catas Altas, Santa Rita Durão, São João del-Rei, Tiradentes e Nova Lima, cidades de Minas Gerais, onde desenhou e esculpiu para dezenas de igrejas.

Em Mariana, assinou o chafariz da Samaritana e, a Congonhas do Campo, legou suas obras-primas: as estátuas em pedra-sabão dos 12 profetas (1800-1805) e as 66 figuras em cedro (1796) que compõem a Via-Sacra. Ocupado com encomendas que chegavam de toda a província, Alejadinho tinha mais de 60 anos quando começou a esculpir as famosas imagens de Congonhas do Campo. Nessa época, já deformado pela doença que lhe inutilizara as mãos e os pés, trabalhava com o martelo e o cinzel amarrados aos punhos pelos ajudantes. Apesar de ter sido respeitado em sua época, Alejadinho, após sua morte, foi relegado a um quase esquecimento. O reconhecimento de que sua obra – o Barroco reconstruído dentro de uma concepção rigorosamente brasileira – havia sido a expressão máxima desse movimento no Brasil foi uma conseqüência da Semana de Arte Moderna de 1922.

Fonte:
http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_22.html

A obra monumental do Alejadinho é um patrimônio superior a qualquer conforto que o ouro possa comprar.

Quais suas fontes de inspiração? Os livros da biblioteca do poeta Cláudio Manuel da Costa e "gravuras bíblicas góticas e bizantinas" da "Bíblia Pauperum".

Essas inigualáveis obras-primas do barroco teriam sido esculpidas com os formões atados às mãos sem dedos do Alejadinho, com a ajuda de seus auxiliares e de seus três escravos (os fiéis Maurício, Januário e Agostinho, que, em crises de dor e fúria, o artista espancava freqüentemente).
http://www.culturabrasil.pro.br/aleijadinho.htm),
Museu do Alejadinho.

Seu museu esta situado na igreja de Matriz nossa Senhora da Conceição, criado em Ouro Preto em 1968, onde a denominação do museu foi juntar num só espaço todas as obras de Alejadinho, estimular pesquisas, e atividades no campo da arte.

Há três ambientes em seu acervo, a sala da Sacristia, sala da Cripta, e ainda na igreja de São Francisco de Assis, também parte do museu, já a Consistório é também destinado espaço pra suas varias obras.

Matriz Nossa Senhora da Conceição, começou a ser construída em 1727, pela direção do pai de Alejadinho.

Possui 8 altares laterais talhados em rica e minuciosa arte rococó, exprimindo direta influencia a portuguesa.
No primeiro altar esta sepultado Antônio Francisco Lisboa, e no trono do altar-mor encontra-se a imagem de Nossa Senhora, colunas salomônicas, e 2 púlpitos esculpidos por Alejadinho em pedra-sabão.


A dor maior, sua crucificação.

Carregando a cruz.



Coroação de espinhos..


Discipulos dormindo...

Santa ceia.

Fontes:
http://www.starnews2001.com.br/aleijadinho.html

http://www.culturabrasil.pro.br/aleijadinho.htm

http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_22.html